InMapMoodle: ferramenta para moderação de fóruns

Raphael Biavati
Gabriel Gerber Hornink
O crescimento pela demanda de ferramentas para auxílio em
ambientes virtuais de aprendizagem (AVAs) tem sido
constante, disponibilizando assim abordagens interessantes
para a ampliação de técnicas de desenvolvimento e estudo.
Com o avanço das novas formas de educação à distância, os
ambientes virtuais passaram a ser cada vez mais utilizados,
de modo a permitir uma maior interação do estudante com
outros estudantes e formadores. A possibilidade de aliar uma
ferramenta que traga mais interação em um ambiente como
esse, garante que a linha de pesquisa possa ser cada vez mais
ampla e necessária. O foco do presente trabalho é apresentar
princípios de desenvolvimento e características funcionais da
ferramenta inMapMoodle©, desenvolvida no CEAD em
parceria com o LP&D, que disponibiliza grafos direcionais das
interações ocorridas nos fóruns, de modo que os resultados
exibidos pela ferramenta possam servir como parâmetros para
demonstrar a participação dos usuários em fóruns, auxiliando
na moderação pelos professores e tutores e sirva como
incentivo em futuros trabalhos na área de pesquisa.
215
1 Introdução
A área de educação a distância (EAD) tem ganhado
cada vez mais reconhecimento e importância. A
excelência em garantir maior interatividade ao estudante
se torna algo indispensável, de modo que a necessidade
pelo aprimoramento e desenvolvimento de ferramentas
para os ambientes virtuais de aprendizagem tem
crescido de maneira significativa.
Segundo Behar et al., (2004), o ambiente virtual
de aprendizagem é um espaço, formado por usuários e
objetos de estudos, que permite interações e formas de
comunicação por meio de uma plataforma.
O ensino por meio da utilização de ambientes
virtuais possibilita propor atividades interativas e
significativas ao estudante. Para Santos (2003), não
basta apenas criar um site e disponibilizá-lo na internet,
o mesmo precisa ser totalmente interativo e a
interatividade com o conteúdo publicado e com os
próprios é o que faz com quem um site se constitua um
AVA com maior potencial educacional.
Segundo Moore (2007), existem três tipos de
interação em EAD: estudante-conteúdo, estudanteprofessor e estudante-estudante. O primeiro tipo se
216
desenvolve em formas de textos, imagens, vídeos, entre
outros. Dessa maneira, é possível avaliar a interação do
estudante com o conteúdo publicado e com a tecnologia
usada.
O segundo tipo tem como objetivo destacar o papel
do professor em motivar e direcionar o estudante ao
aprendizado da maneira mais fácil, possibilitando
abertura para estimular o interesse nos conteúdos e na
disciplina como um todo. O terceiro e último envolve a
colaboração entre os estudantes, envolvendo assim a
possibilidade de trabalho em equipe e colaboração.
Ressalta-se que nos cursos
online há outros papéis
que ampliam as possibilidades de interação, como tutor
presencial, tutor a distância, monitores, entre outros.
Destaca-se também que se entende que a
interação com os conteúdos e demais mídias é uma
interação mediada por artefatos culturais com outros
sujeitos, ou seja, “agentes – agindo – com – ferramentas
– culturais” (GIORDAN, 2008).
A partir do foco nas interações entre estudanteprofessor, estudante-estudante e outros sujeitos, a
principal proposta desse capítulo é apresentar princípios
de desenvolvimento e características funcionais da
ferramenta inMapMoodle©, desenvolvida em sua
217
primeira versão por Ferraz et al., (2012) e segunda
versão por Ferraz et al., (2016), que possibilita mapear
essas interações pela troca de mensagens em fóruns da
plataforma Moodle e exibi-las por meio da cartografia
digital, sendo mais conhecida no ambiente
computacional como grafos direcionais.
Os grafos direcionais são amplamente utilizados
para demonstrar problemas reais em diversas áreas, o
grafo não só ajuda na demonstração de interações como
também apresenta uma melhor visualização do problema
através de um conjunto de pontos ligados por retas,
sejam elas direcionais ou não.
Apresenta-se neste texto as características
funcionais da ferramenta inMapMoodle©, sua avaliação,
além dos princípios de desenvolvimento de blocos
Moodle, possibilitando a compreensão da construção
desta ferramenta, seja para seu uso ou mesmo para
novos desenvolvimentos de blocos para o Moodle.
2 Ambientes virtuais de aprendizagem
O avanço no desenvolvimento das tecnologias
digitais está impulsionando a maneira de ensinar e
aprender. Dentre essas tecnologias, os Ambientes
Virtuais de Aprendizagem (AVAs) estão sendo cada vez
218
mais utilizados como uma ferramenta para atender a
demanda da área educacional, pois além de permitir
interatividade com o conteúdo, possui ferramentas que
viabilizam a colaboração
online, convergindo diversas
ferramentas em um único ambiente.
O Ministério da Educação conceitua AVAs como:
[…] programas que permitem o armazenamento, a
administração e a disponibilização de conteúdos no
formato web. Dentre esses, destacam-se: aulas
virtuais, objetos de aprendizagem, simuladores,
fóruns, salas de bate-papo, conexões a materiais
externos, atividades interativas, tarefas virtuais
(webquest), modeladores, animações, textos
colaborativos (wiki) (BRASIL, 2007, p. 11).
Os benefícios de um AVA com relação ao uso no
processo de ensino-aprendizagem depende de vários
fatores, tais como: o envolvimento do estudante,
materiais vinculados, design, proposta didática,
infraestrutura necessária para que essa plataforma
permaneça
online, de professores e tutores bem
capacitados e, não muito menos de ferramentas e
recursos tecnológicos utilizados para melhor a interação
entre estudante (alta navegabilidade e usabilidade),
professor e conteúdo.
Destaca-se também que, além dos fatores
expostos, que os AVAs devem possibilitar a visão global
das atividades desenvolvidas pelos estudantes,
219
fornecendo instrumentos para visualização de métricas
para acompanhamento e direcionamento da moderação,
isso sem desqualificar os aspectos qualitativos envolvidos
nos processos de ensino aprendizagem que são de
extrema importância para o acompanhamento das
atividades
online Apresenta-se a seguir os dois AVAs
abertos mais usados no Brasi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.